Épico


Assim podemos descrever a vitória do Flamengo na final da Libertadores, não existe palavra melhor. O jogo ficará marcado na nossa memória e em 2050 ainda lembraremos do enredo dessa partida.

Para o Flamenguista que sofreu nos últimos anos com fracassos seguidos não existia uma maneira melhor para voltar a vencer. O fracasso dos anos anteriores foi pago com juros e correção, com tudo que teve direito.

Me reservo a dizer que Gabigol e BH entram para a história, a tarde/noite de sábado reservou a esses jogadores o carimbo no passaporte para a galeria de ídolos rubro negros. Coloquem ali os bustos desses guerreiros e assim se dá início a epidemia de crianças batizadas com os nomes dos gladiadores rubro negros.

O River surpreendeu, eu mesmo não esperava que o clube argentino criasse tanta dificuldade aos comandados de Jesus. Porém fica bem claro nessa temporada que nenhum adversário conseguiu manter a intensidade durante os 90 minutos contra esse Flamengo. Me arrisco a dizer que o final seria o mesmo caso o jogo tivesse ido para a prorrogação.

Após o título histórico o Flamengo foi recebido por aqueles que hoje em dia são impedidos de acompanhar o clube. O povo, geraldinos… a festa foi linda!

Os rivais já não sabem mais o que falar, faltam piadas. Enquanto o Flamengo chega ao topo e não parece dar sinais que sairá de lá tão cedo, os rivais seguem amargando um inferno financeiro e esportivo.

Agora o pensamento é o mundial, missão praticamente impossível. Fica o questionamento: Esse elenco do Flamengo conhece a palavra impossível?

Orgulho de ser rubro negro 🔴⚫

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s